Dramask

SM Entertainment perde outro caso contra o ex-membro do EXO o Tao.

SME e Tao estiveram em uma batalha legal desde a saída da estrela ídolo, já que a agência afirmou que ele quebrou seu contrato exclusivo. No entanto, em 23 de fevereiro, a mídia chinesa Sina informou que o Segundo Tribunal Popular Intermediário de Pequim voltou a decidir a favor de Tao.

O tribunal chinês já decidiu em favor do Tao no primeiro julgamento e, embora a SM Entertainment tenha apelado, o tribunal declarou: “Os direitos contratuais exclusivos reivindicados pela SM não fazem parte dos direitos civis estipulados na Lei de Responsabilidade dos Direitos do Povo na China.”

 

Fonte (01) 




Leave a comment

%d bloggers like this: